pt ·en

Lagoalva

Política de Privacidade v2

POLÍTICA DE PRIVACIDADE

O GRUPO LAGOALVA respeita a sua privacidade e esta Política de Privacidade descreve quem somos, para que finalidades usamos os seus dados pessoais, os fundamentos jurídicos para o fazermos, com quem os partilhamos, durante quanto tempo os conservamos, os seus direitos bem como a forma de entrar em contacto connosco a fim de exercer os seus direitos.

Quem é a Responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais?

No que se refere a contatos com o titular dos dados pessoais, utilização do website www.lagoalva.pt, das redes sociais e nas relações contratuais estabelecidas com qualquer das sociedades que integram o GRUPO LAGOALVA, as responsáveis pelo tratamento dos seus dados pessoais são estas sociedades1 e a Sociedade Agrícola da Quinta da Lagoalva de Cima S.A. (em representação das restantes sociedades que integram o GRUPO LAGOALVA), titular do número de identificação fiscal 502660074, com sede na Quinta da Lagoalva de Cima, 2090-222 Alpiarça, Portugal, de ora em diante designadas por “nós”.

1)
Soc. Agrícola da Perna Molhada, S.A., NIPC: 502657359; Soc. Agrícola do Barracão do Duque, S.A., NIPC: 502660090; Soc. Agrícola da Casta e Rodeia, S.A., NIPC: 502660066; Soc. Agrícola do Casal das Pombas, S.A., NIPC: 502660082; Lagoalva - Equipamentos e Serviços, Lda., NIPC: 502345179; Quinta da Lagoalva Vinhos, S.A., NIPC: 502169060; Sociedade Agrícola Oliveira do Vale, S.A.; NIPC: 503839663; Sociedade Agrícola da Mata Grande, Lda., NIPC: 505687208; Sociedade Agrícola da Casa da Corujeira, S.A., NIPC: 502595051, todas com sede na Quinta da Lagoalva de Cima, 2090-222 Alpiarça, Portugal.

Que dados pessoais tratamos e de quem?

Apenas iremos recolher os dados pessoais que são necessários para as finalidades respetivas, não sendo recolhidos dados desnecessários e supérfluos.

Recolhemos, conservamos e poderemos tratar os seguintes dados pessoais gerais: nome, contacto telefónico, endereço de e-mail, morada.

Relativamente a fornecedores, funcionários de fornecedores, parceiros e funcionários de parceiros, poderemos recolher dados fiscais, NIB/IBAN, a indicação da função que desempenha na pessoa coletiva, endereço de email e telefone.

Poderemos igualmente recolher informação relativa ao tipo de browser e computador utilizado, informação técnica relativa ao modo como se conecta ao website, nomeadamente, o sistema operativo e a forma de acesso à internet.

Como recolhemos os seus dados?

Recolhemos os seus dados pessoais de forma directa: através do preenchimento do formulário de contacto feito por si no nosso website, quando nos solicita o envio de newsletters, de informações sobre as actividades das sociedades do GRUPO LAGOALVA ou entra em contato connosco através de contato telefónico, email ou redes sociais.

Para que finalidades tratamos os seus dados pessoais?

  • Para dar resposta a pedidos de informação de potenciais clientes ou clientes;
  • Para gerir a relação pré-contratual e contratual com potenciais clientes e com clientes: celebrar, executar e cumprir contratos de compra e venda, de fornecimento e de prestação de serviços;
  • Para cumprimento de obrigações jurídicas, nomeadamente junto das autoridades públicas;
  • Para faturação;
  • Para responder a solicitações e reclamações;
  • Para gerir os conteúdos do nosso website e redes sociais.
  • Para o envio newsletters, campanhas publicitárias e promocionais e informações sobre novas ofertas de produtos e serviços – devidamente consentidas pelo titular em momento prévio ao envio.
  • Para gestão da relação com fornecedores e parceiros.


Alguns dos dados de identificação e financeiros acima elencados constituem um requisito necessário para podermos celebrar contratos (com fornecedores, parceiros e clientes) ou para cumprir com as obrigações legais a que estamos vinculados (por exemplo, obrigações fiscais), pelo que a não comunicação de tais dados implicará a impossibilidade de celebração ou execução do contrato.

Em matérias que extravasam as situações acima descritas, nós iremos sempre solicitar o seu consentimento para tratar os seus dados pessoais.

Poderá retirar o seu consentimento, bastando para tal enviar um email para ou carta para a seguinte morada:

Sociedade Agrícola Quinta da Lagoalva de Cima
2090-222 Alpiarça

Dirigida à atenção de [Gabinete da Protecção de Dados].

Quais as bases legais para o tratamento?

a) Execução de diligências pré-contratuais a pedido do titular dos dados e / ou execução do contrato celebrado entre as partes;
b) Cumprimento de obrigações legais;
c) Interesses legítimos prosseguidos pelo GRUPO LAGOALVA;
d) Consentimento do titular dos dados, quando nenhuma das bases legais acima indicadas seja aplicável.

Durante quanto tempo conservamos a sua informação?

Conservaremos os seus dados pelo período necessário à prossecução da finalidade para a qual estes foram recolhidos e se destinam, ou pelo período exigido por lei, respeitando a sua conservação as garantias de sigilo e confidencialidade preconizadas pelo RGPD e pela Lei n.º 58/2019, de 8 de Agosto.

Após a cessação da relação contratual, os dados serão conservados pelo período de 20 anos.
Findo este período os seus dados serão destruídos ou anonimizados irreversivelmente.

Com quem partilhamos os seus dados?

Poderemos partilhar os seus dados pessoais dentro do nosso grupo empresarial para fins administrativos internos, sempre que essa partilha esteja relacionada com a prestação do nosso serviço ou com a comercialização dos nossos produtos, havendo interesse legítimo do GRUPO LAGOALVA nessa partilha.
Poderemos ainda partilhar os dados pessoais a terceiros que nos prestam serviços e que nos auxiliam e tornam possível que possamos prestar-lhe o serviço a si, nomeadamente, serviços informáticos (alojamento de website, gestão de conteúdos e serviços de software) e serviços de consultoria. Poderão ainda ser partilhados com terceiros para exclusivo cumprimento de uma obrigação legal que nos seja exigida por uma autoridade pública.

Tais terceiros tratarão dos dados única e exclusivamente por nossa conta, seguindo as nossas instruções documentadas. Apenas serão contratados terceiros que apresentem garantias suficientes de execução de medidas técnicas e organizativas adequadas de uma forma que o tratamento satisfaça os requisitos do RGPD da Lei n.º 58/2019, de 8 de Agosto. Assim, asseguramos a defesa dos direitos do titular dos dados, sendo este tratamento regulado por contrato escrito.

No futuro, caso haja transferência de dados pessoais para fora da União Europeia, asseguraremos o cumprimento de todas as medidas de segurança necessárias, bem como que estas transferências decorrem ao abrigo de cláusulas contratuais-tipo aprovadas pela Comissão Europeia para esta finalidade, se o país para o qual os dados possam ser transferidos não tiver sido considerado pela Comissão como garante de um nível de proteção adequado.

Quais são os seus direitos?

Dispõe do direito de nos solicitar o acesso aos seus dados pessoais, a sua retificação, o seu apagamento, a limitação do tratamento no que disser respeito ao titular dos dados, o direito a opor-se ao tratamento, bem como o direito à portabilidade dos dados.
Pode ainda retirar o consentimento para o tratamento dos seus dados pessoais, quando tal tratamento se baseie exclusivamente no seu consentimento, em qualquer altura, sem comprometer a licitude do tratamento efetuado com base no consentimento previamente dado.

Poderá exercer estes direitos através de envio de email para:


ou carta para a seguinte morada:

Sociedade Agrícola Quinta da Lagoalva de Cima,
2090-222 Alpiarça
Dirigida à atenção de [Gabinete da Protecção de Dados].

Os seus pedidos serão por nós tratados de forma cuidada para que possamos cumprir com os seus direitos, podendo no entanto ser-lhe solicitada a prova da sua identidade, de modo a assegurar-lhe toda a segurança de que os seus dados pessoais só são partilhados com o próprio titular interlocutor.

O exercício dos seus direitos não implicará o pagamento de qualquer taxa. Porém, caso existam pedidos infundados, repetitivos ou excessivos, poderemos sujeitar os mesmos ao pagamento de uma taxa.

Pode reclamar?

Sim. Tem ainda o direito de apresentar uma reclamação a uma autoridade de controlo.

Em Portugal, a autoridade de controlo competente é a:

Comissão Nacional de Proteção de Dados
Av. D. Carlos I, n.º 134
1200-651

Telefone: 21 3928400

Mais informações em www.cnpd.pt.

Existem decisões automatizadas, incluindo definição de perfis?

Não existe, na presente data, um tratamento para a tomada de decisões automatizadas, incluindo a definição de perfis (“profiling”).


Nota: Por favor tenha em consideração que, ocasionalmente, poderemos atualizar a presente Política de Privacidade. Solicitamos-lhe que reveja periodicamente este documento para se manter atualizado.